Currículo

Vídeos Performances
Instalação/Performance

A Artista Vera Goulart

Nasceu em 1954 no Rio de Janeiro. Pintora, poeta e atriz performática.

Artista autodidata, começou a desenhar em 1967. Expõe regularmente desde 1980 em mostras coletivas e individuais, em galerias e museus de diversos países. Atualmente divide seu tempo entre os ateliês do Brasil e da Suíça.

Frequenta esporadicamente os ateliers dos artistas Sandro Donatello e Tancredo Araujo, onde realiza suas primeiras pinturas. Suas primeiras gravuras são realizadas no Museu Lazar Segall – São Paulo nas aulas do artista Mubarak. Dando continuidade as gravuras, frequenta o atelier da artista e professora de artes Ursula Jakob na Europa. Sua primeira litografia é feita no atelier Fernand Mourlot – Paris. As primeiras esculturas, bronze e terra, realiza no atelier do artista Branquinho na escola de arte de Maria Tereza Vieira, no Rio de Janeiro.

“A realidade é a matéria-prima para qualquer fantasia, e assim o é na produção da artista Vera Goulart. Suas personagens são componentes de um sofisticado quadro mitológico que acompanha a artista há quase vinte anos, num exercício contínuo de auto-análise e particular exorcismo das memórias. Esses seres povoam um mundo onde a dor é traduzida em cores e as cicatrizes elementos explícitos da construção física. Com nomes, passado e trajetórias individuais, essa comunidade do mundo sapatológico constitui-se num teatro de bonecos para a encenação do épico da miséria humana”.

Mário Jardim, artista e antropólogo

Exposições Individuais

2011 – Galeria Colecao de Arte – Rio de Janeiro
2010 – Museu Art-St-Urban (Sala Individual – Título: Pense) – Lucerna – Suíça
2008 – Galeria Marco Antonio Vilaça (Embaixada do Brasil na Bélgica) – Prêmio Bienal Brasileira da Bélgica 2008 – Galeria Espaco 48 – Santiago de Compostela – Espanha
2008 – Galeria Sargadelos – Ferrol – Espanha
2007 – Centro Cultural ACERT – Tondela – Portugal
2007 – Galeria Artdirekt – Berna – Suíça
2006 – Galeria Berenice Arvani – São Paulo – Brasil
2006 – Galeria Atelier Worb – Worb – Suíça
2006 – Galeria Virtual Rioartecultura – Rio de Janeiro – Brasil
2005 – Galeria Sargadelos – Ferrol – Espanha
2004 – Galeria 48 – Santiago de Compostela – Espanha
2004 – Galeria Esmelgar – Lugo – Espanha
2004 – Galeria Hobler – Porto – Portugal
2003 – Galeria Augusta 664 – São Paulo – Brasil
2003 – Galeria Rene Steiner – Erlach – Suíça
2002 – MUBE – Museu de Escultura Brasileiro – São Paulo – Brasil
2001 – Museu de Belas Artes – Rio de Janeiro – Brasil
2001 – Galeria A16 – Zurique – Suíça
1999 – Wein Galerie – Cultivino – Berna – Suíça
1997 – Centro Cultural Cândido Mendes (Centro) – Rio de Janeiro – Brasil
1996 – Museu da República – Rio de Janeiro – Brasil
1995 – Galeria Au Paon – Avenches – Suíça
1995 – Empresa de Engenharia de Construção WANNER (Wanner AG Bauunternehmung) – Niderhasli – Suíça
1995 – Galeria Rahn – Zurique – Suíça
1994 – Galeria Stufembau – Ittigem – Suíça
1997 – Galeria Rahn – Zurique – Suíça
1993 – Espaço de Arte MuesMatt – Berna – Suíça
1992 – Galeria Demenga – Basel – Suíça
1992 – Ateliê em Paris (dois anos) – Recebe do colecionador – Yan Yanev – França
1992 – Europart – Geneve – “One Womam Show” – Suíça
1997 – Galeria Hannah Feldmann – Berna – Suíça
1990 – Galeria Performance – Brasília – Brasil
1991 – Galeria Performance – Rio de Janeiro – Brasil
1989 – Galeria Arte Aplicada – São Paulo – Brasil
1989 – Centro Cultural Cândido Mendes – (Ipanema) – Rio de Janeiro – Brasil
1989 – Galeria M.A.T. – Amsterdam – Holanda
1989 – Galeria Demenga – Basel – Suíça
1989 – Galeria Hannah Feldmann – Berna – Suíça
1985 – Galeria Contemporânea do Leblon – Rio de Janeiro – Brasil
1985 – Galeria Kara – Geneve – Suíça
1983 – Galeria SESC (Tijuca) – Rio de Janeiro – Brasil
1992 – Galeria SESC (Copacabana) – Rio de Janeiro – Brasil
1981 – Sala Cecília Meirelles – Rio de Janeiro – Brasil
1980 – Galeria Heinz Steiner – Baden – Suíça

Exposições Coletivas

2016 – Espaço Cultural Estação Juparanã – Valença – Brasil
2016 – Kunsthausrot – Berna – Suíça
2015 – Stufenbau Art Lounge/Peripherie Arts – Berna – Suíça
2012 – Exposição “Do Sublime ao Grotesco” – Unicamp – Campinas – Brasil
2011 – Salão de Arte e Design – São Paulo – Brasil
2011 – Rio Nova Arte BNDES – Rio de Janeiro – Brasil
2012 – Feira Artigo – Rio de Janeiro – Brasil
2010 – Exposição “El Cumbre Del Mercosul” – El Palacio San Martín – Buenos Aires – Argentina (Artista Representante do Brasil)
2010 – Galeria Berenice Arvani – São Paulo – Brasil
2010 – SP Arte – São Paulo – Brasil
2010 – Galeria Coleção de Arte – Rio de Janeiro – Brasil
2006 – Salão de Arte Contemporânea de Zurique – Kunst 06 – Zurique – Suíça
2006 – ART FAIR Contemporânea Portuguesa – Porto – Portugal
2006 – Museu Art-St-Urban (real – irreal – surreal) – Lucerne – Suíça
2006 – Salão de Arte Contemporânea (SAP) – São Paulo – Brasil
2005 – Salão de Arte da HEBRAICA – São Paulo – Brasil
2005 – Associação para Crianças Carentes (ASSISBRAC) – São Paulo – Brasil
2005 – Instituto Nacional do Câncer (INCA) – Rio de Janeiro – Brasil
2005 – Museum d’Art Contemporain (Kunsthalle) – Berna – Suíça
2005 – Galerie Gaymu – Paris – France
2005 – Arte no MUESMATT – 19 salas e 19 artistas (19 Künstler in 19 Lokalen) – Berna – Suíça
2005 – Arco – Madri – Espanha
2004 – ART FAIR Contemporânea – Arte Lisboa – Portugal
2004 – Pinacoteca de Santos – São Paulo – Brasil (Coleção Marco Antonio Abdahlla)
2004 – 5º Salão de Arte Contemporânea do SESC Amapá – Brasil – (PRÊMIO INCENTIVO)
2004 – Pavilhão 2 – Museu da Bienal de Cerveira – Portugal
2004 – Ateliê Walo Steiner – Desbüren – Suíça
2004 – Galeria Artur Fidalgo – Rio de Janeiro – Brasil
2004 – Galeria Monica Filgueiras – São Paulo – Brasil
2003 – DOOR-2-DOOR .CH – Die Bernaer Atelier Tage – Ateliê de Portas Abertas da cidade de Berna – Suíça
2003 – Galeria Rene Steiner – Erlach – Suíça
2003 – Galeria Berenice Arvani – São Paulo – Brasil
2002 – Centro de Arte Contemporânea (PASQUART) – Bienne – Suíça
2000 – Latin Collector – Nova Iorque – Estados Unidos
2000 – Coleção Teo Jakob – Berna – Suíça
2000 – Realiza suas primeiras gravuras no Ateliê de Gravuras do Museu Lasar Segal para a coleção de Pedro Hiller – São Paulo – Brasil
1999 – Delemont Prefeitura – Delemont – Suíça
1999 – Galeria Rahn – Zurique – Suíça
1999 – Galeria Ipanema – Rio de Janeiro – Brasil
1996 – Espaço dos Correios (Poemas Visitados) – Rio de Janeiro – Brasil
1996 – Vitrine LOEB – Berna – Suíça
1995 – Galeria HB – Rio de Janeiro – Brasil
1994 – Galeria SESC Tijuca – Rio de Janeiro – Brasil
1993 – Museu de Arte Contemporânea – Berna – Suíça
1993 – Parque Laje – Rio de Janeiro – Brasil
1993 – Universidade Estácio de Sá – Rio de Janeiro – Brasil
1993 – Espaço Sérgio Porto – Rio de Janeiro – Brasil
1992 – Museu de Arte Contemporânea – Berna – Suíça
1991 – Museu de Santa Croix – Suíça
1991 – Museu de Etnografie – Geneve – Suíça
1991 – Espaço de Arte “KRONE” (pratos de porcelana) – Berna – Suíça
1990 – Salão dos Independentes – (GRAN PALAIS) – Paris – França
1989 – Centro Cultural Marie Louise Jeanneret – Boisano – Itália
1989 – Centro Cultural Braidense – Milano – Itália
1989 – Art Basel – Suíça
1989 – Art Fair – Londres – Inglaterra
1988 – Casa da America Latina – Paris – França
1987 – Art Fair – Los Angeles – Estados Unidos
1986 – Centro Cultural Marie Louise Jeanneret – Boisano – Itália
1986 – Realiza suas primeiras LITIGRAFIAS no ateliê de Fernand Mourlot – Paris – França
1985 – Art Basel – Suíça
1985 – Interarte – Nice – França
1983 – Art Fair – Londres – Inglaterra
1983 – VI Salão Carioca – Rio de Janeiro – Brasil
1983 – Galeria AKTUEL – Rio de Janeiro – Brasil
1982 – Galeria Solo – Ipanema – Rio de Janeiro – Brasil

Teatro: Texto, Cenários e Figurinos

1995 – Schuhologie
Local: Teatro Cândido Mendes – Ipanema, Rio de Janeiro, Brasil
Direção: Tanah Correa
Atores: Luiz Octavio de Moraes e Serginho (o Anão)
Teatro SESC: São João de Meriti – Rio de Janeiro (1995)

Fotografias

ABBAS / Magnum – Paris – França
Peter Leuenberger – Berna – Suíça
Werner Tschan – Berna – Suíça
Pia Neuenschwander – Berna – Suíça
Walter Biere – Keystone
Neném – Berna – Suíça
Wolf Weiss – Berna – Suíça

Ilustrações de Livros

2001 – Ilustração e capa do livro de Zéluiz Gular: “Zaratusta não falou assim”
1989 – Litografias – Eliane Rosanief – “O arco Iris de seu coração”

“In my professional life of almost thirty years, I had many different reasons to be proud, professional pride to detect great talents in the beginning of their careers. I am sure that Vera Goulart is among those reasons of pride. The viceral expressionism hat is present in all her work and especially in this exhibition “A Ponte Entre Isto e Aquilo” (“The Bridge of this and that”) (Portugal, Porto 2004 – Galeria ArtHobler) and the forceful mark of the work of this great artist that sails with equal brightness in the several artistic manifestations, in which we can include also the teatral text, wardrobe, and scenery for the play “SCHUHOLOGIE” staged in 1995, at the Cândido Mendes Theater (Ipanema) in Rio de Janeiro, directed by Tanah Correia. But where Vera shows, in my opinion, all her genious is in the Drawing, Drawing with capital D”.

Sabina de Libmamm, Curator and Galerist, São Paulo, 2004/2005

Tragic Figures
“For several years now, Vera Goulart lives in Europe and so we have had rare opportunities to evidence the evolution of her Work. Is a shame because the carioca Vera is a unique personality and talented artist. In the expressionist track of masters, such as OTTO DIX, Vera’s work is a well adeep ans cutting plastic event. Her passionate and unexpected gestual trace never leaves us indifferent. Her work is a sarcastic commentary on the ridicules on the human tragedy. Each one of beings created by the artist has an incredible narrative force and there is an undeniable theatral feeling in her stories. It is only fair to alert that her drawings, paintings, scultures, and engravings, the very recent ones, are absolutely inserted in the repertoire of contemporary art.”

Antonio Carlos Abdalla, Curator and Museologist, São Paulo, 2002.